quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Aprendendo Dothraki: Parte 1

David J. Peterson, um conlanger (ou inventor de línguas) trabalhou com a Sociedade de Línguas e os criadores de "Game of Thrones" para criar uma língua Dothraki completa para uso na aguardada série da HBO. Os detalhes de seu processo (que são muito fascinantes) foram relatados em toda a web. Aqui, David estará oferecendo uma série de cursos intensivos na língua Dothraki, começando com esta lição introdutória:

O Dothraki é a língua dos guerreiros nômades dos cavalos que povoam o mar Dothraki: uma planície de grama vasta no centro do continente Essos, que fica a leste de Westeros, através do Mar Estreito.

Sua linguagem é muito diferente da língua comum de Westeros e as línguas das Cidades Livres, que descende do Alto Valiriano. Nas próximas semanas, vamos apresentar-lhe a língua Dothraki (ou Lekh Dothraki), pouco a pouco, mas aqui está um resumo de alguns dos fatos básicos que estabelecem a base para o que está por vir.

--------------------

RESUMO:
Antes de aprofundar a gramática Dothraki, vamos aprender alguns detalhes básicos. Uma das primeiras coisas que se aprende sobre a língua é como os elementos básicos da linguagem se encaixam para formar frases e orações. Para começar, vamos falar sobre alguns termos que você vai se lembrar da aula de português:

Sujeito: A relação gramatical mais comumente associada com o executor da ação (por exemplo, "O homem" em "O homem abriu a caixa.").

Objeto: A relação gramatical mais comumente associado com a parte afetada (por exemplo, "caixa" em "O homem abriu a caixa.").

Verbo: A ação em si (por exemplo, "abriu" em "O homem abriu a caixa.").

--------------------

ORDEM DAS PALAVRAS:
Em uma sentença básica, a ordem desses elementos (quando os três estão presentes) é como no Inglês: Primeiro vem o Sujeito (S), depois o Verbo (V), e então o Objeto (O). Aqui está um exemplo:

Khal ahhas arakh.
"O Khal (S) afiou (V) o arakh (O)."

Quando apenas o sujeito está presente, o sujeito precede o verbo, como se faz em Inglês:

Arakh hasa.
"O arakh (S) é afiado (V)."

Duas das palavras utilizadas acima devem ser bastante familiares aos leitores, fazendo esses exemplos serem bem simples. Esta informação não abrange tudo o que se precisa saber sobre a ordem das palavras em Dothraki, mas abrange orações mais básicas.

--------------------

ORDEM AVANÇADA DE PALAVRAS:
O sujeito ou objeto de uma frase pode ser composto por apenas um substantivo (como mostrado acima, com "khal" e "arakh"). Mas ele também pode conter outros elementos, e esses elementos são ordenados de uma determinada maneira. Por exemplo:

ave
"(um/o) pai"
(Apenas o substantivo)

ave erin
"(um/o) bom pai"
(O substantivo modificado pelo adjetivo erin, "bom")

ave sekke erin
"(um/o) pai muito bom"
(Agora o adjetivo é modificado pelo advérbio sekke, "muito")

jin ave sekke erin
"Este pai muito bom"
(A palavra jin, "este", foi adicionada à frente)

jin ave sekke erin anni
"Este meu pai muito bom"
(Um possessivo, anni, que significa "meu", especifica de qual pai estamos falando)

jin ave sekke erin anni ma dorvoon
"Este meu pai muito bom com uma cabra"
(E agora o pai está com a cabra, ou ma dorvoon)

Espere, isso não soa muito Dothraki... Vamos corrigir:

jin ave sekke verven anni m'orvikoon
"Este meu pai muito violento com um chicote"

Assim está melhor.


PREPOSIÇÕES:
O exemplo acima usa o que é conhecido como uma preposição. A preposição é uma pequena palavra como "em", "no","de","com", "para", etc, que antecede um substantivo, e diz ao ouvinte o papel que o substantivo desempenha na frase. Para dar um exemplo, usaremos um trecho famoso que vem de um livro de "As Crônicas de Gelo e Fogo”:

Khalakka dothrae mr'anha.
"Um príncipe caminha dentro de mim."

Aqui, a preposição "mra" modifica o pronome "anha", que significa "eu".

--------------------

ADVÉRBIOS:
Finalmente, advérbios (palavras que modificam adjetivos, verbos ou outros advérbios) vêm no final da frase, na sua maior parte. Eles podem vir no início da frase se o locutor usa o advérbio para fornecer informações básicas necessárias para a compreensão do conteúdo, mas sua posição natural é no final da frase. Um exemplo com e sem um advérbio é mostrada abaixo:

Me oge oqet.
"Ele abateu uma ovelha."

Me oge oqet oskikh.
"Ele abateu uma ovelha ontem."

Alguns outros advérbios comumente ocorrem logo após o verbo. Um deles é a enfática negativa "vosecchi", como mostrado abaixo (primeiro sem, depois com):

Yer ofrakhi sajoes mae.
"Você não vai tocar no cavalo dela."

Yer ofrakhi vosecchi sajoes mae!
"Você NUNCA vai tocar no cavalo dela!"

Um aviso sabiamente atendido.

--------------------

ADVÉRBIOS AVANÇADOS:
Finalmente, há uma classe de palavras adverbiais que modificam o caráter da sentença de maneira muito particular. Alguns exemplos são mostrados abaixo:

Me kaffe rek tokikes.
"Ele esmagou aquele idiota."

Me ray kaffe rek tokikes.
"Ele já esmagou aquele idiota."

Me laz kaffe rek tokikes.
"Ele poderia esmagar aquele idiota."

Me vil kaffe rek tokikes.
"Ele conseguiu esmagar aquele idiota."

Nas próximas semanas, haverá mais informações gramaticais sobre aspectos específicos da língua Dothraki, mas este, pelo menos, lhe dará uma idéia de como são frases completas e como elas funcionam. Até a próxima vez, Fonas chek (caçadores)!

3 comentários:

Leonardo Magal disse...

Nooooooooooooooooooossa, vcs são uns lindos!!! Agora eu vou falar em dothraki com minha Khaleesi!!

mayara disse...

queria um audio tbm T.T soh as letras nao sei aonde é o tom T.T tem como??

Camila Viana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.